Pense em um ser humano. Para que seu corpo tenha forma é necessário um esqueleto para sustentar seus membros, órgãos, ou seja, toda sua estrutura. Com uma escultura o mesmo acontece.

Para que você consiga uma boa escultura, primeiro é preciso que se tenha um bom esqueleto (armação). Assim, a armação deve ser forte o suficiente para evitar o desabamento da escultura e ao mesmo tempo ser maleável para que se possa ajustá-la na posição desejada.

A armação deve ser proporcional ao tamanho do desenho ou fotografia utilizada como referência. É interessante que você faça sua armação e escultura em uma determinada escala, pois caso você necessite colocar objetos junta à mesma, estes objetos devem obedecer a mesma escala. Como exemplo podemos imaginar a confecção de uma arma de fogo. O escultor deverá construir a arma na mesma escala usada para a figura principal.

As escalas são representadas da seguinte forma: 1/10 ou 1:10; 1/35 ou 1:35. Uma figura ou objeto na escala 1/35 significa dizer que você deverá pegar as medidas da figura ou do objeto e dividí-las por 35.

Uma dica é você imprimir sua referência já no tamanho que sua escultura terá. Sobre a referência coloca-se a armação e marca-se com uma caneta permanente ou hidrocor a posição dos joelhos, base do peito e outros pontos de interesse. Aplique-se em medir muito bem sua armação, pois se você errar, certamente sua escultura sairá desproporcional e um homem pode parecer um ET.

Eu particularmente, em meus trabalhos, estabeleci dois tamanhos padrões para minhas esculturas. Digamos que você escolha a escala de 1/7 para suas esculturas. Basta você dividir o tamanho de um homem com 1,80 mt por 7. Você terá então uma referência de cerca de 25 cm. Utilize este tamanho para todas as suas esculturas de figuras masculinas. Lembre-se que nem todos os homens e mulheres tem a mesma altura. Depois que estabelecer um desenho de anatomia humana padrão e escala de redução padrão, você terá seu trabalho facilitado.

Outra dica é fazer uma régua com as medidas que você vai utilizar, colocando nela a posição dos joelos, cotovelos, base do peito, umbigo e outras partes de interesse.

A seguir mostrarei como construir uma escultura de pequeno porte, conhecida também como "maquete". Esse tipo de escultura é utilizada pelos mestres do cinema para observarem um personagem em 3D antes de construí-lo no tamanho definitivo. A "maquete" é meu estilo preferido. Os princípios abaixo servem para todos os tamanhos de esculturas:

MATERIAIS PARA O ESQUELETO (ARMAÇÃO)

  • Alicates
  • Arames galvanizados (arame de alumínio)
  • Base de madeira (compensado)
  • Massa Epoxi (durepox)

 

 

Eu utilizo dois ou três fios de arame de alumínio trançados para as pernas e corpo, já para os braços utilizo dois fios trançados ou apenas um fio mais grosso. Lembre-se de deixar apenas um fio próximo aos punhos, pois ajuda na hora de adicionar a massa.

Para se trançar os fios de arame você pode colocá-los na furadeira. Meça o tamanho dos arames um pouco maior que três vezes o tamanho da escultura. dobre-os em três ou corte-os em três pedaços, depois coloque-os na furadeira e prenda as outras pontas em uma morsa. Faça a operação com muito cuidado para evitar acidentes.

Para fixar seu esqueleto na base de madeira, basta fazer furos com um prego e encaixar as pontas nos buracos. Procure não fixar demais a armação, pois senão você poderá ter problemas na hora de retirar sua escultura e passá-la para a base definitiva.

Em seguida enrole papel alumínio no esqueleto, isso ajuda a economizar massa e deixa a escultura mais leve.

Para as mãos da escultura, caso você deseje fazer as mãos abertas, deverão ser feitas com fios de arame bem mais finos para sustentar os dedos, isso ajudará na hora de se moldar as mãos.

Nos tornozelos da armação de arame eu coloco um pouco de durepoxi para reforçar a região dos pés, isso para evitar rachaduras no momento de se retirar a escultura e colocá-la na base definitiva

Armação para animais de quatro patas - Observe a armação ao lado. Veja que ela foi projetada para a escultura de um animal de quatro patas, no caso, um dinossauro, mas você pode utilizar esse tipo de armação para esculpir cavalos, cachorros ou qualquer outro quadrúpede. Ao invés de usar um arame grosso torcido, foi usado um arame grosso esticado (não torcido) e sobre ele um arame fino enrolado em toda a sua extensão. Observe também que para economizar massa, você pode usar madeira em grandes regiões do corpo.

Veja que os arames das pernas e braços foram presos no paralelepípedo de madeira colado na chapa de madeira do corpo.

Aproveite e confira o TUTORIAL que preparei para você.

Valeu!!

 

VOLTAR À PÁGINA INICIAL